Tecnologia e Inovação: conheça 4 tendências para a construção civil em 2023

Web Radio Marcação ((FM))

Tecnologia e Inovação: conheça 4 tendências para a construção civil em 2023


O setor da construção civil vive um dos momentos mais otimistas e projeta um reaquecimento do mercado em 2023. Em crescimento há sete trimestres consecutivos, um resultado inédito desde 1996, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), espera-se neste ano a retomada de grandes empreendimentos cada vez mais tecnológicos e inovadores.


Dentro deste cenário, startups entram neste plano de expansão do setor com novas ferramentas capazes de integrar as cadeias produtivas e minimizar impactos ambientais do setor, algo que se tornou indispensável. Não à toa, existem duas palavras de ordem em 2023: tecnologia e sustentabilidade. Ambas serão frequentemente vistas em todas as tendências previstas para o setor, ao passo que o futuro da construção civil se resume em inovação e preocupação com a realidade climática que assola o planeta.


Confira abaixo as principais tendências para a construção civil em 2023, de acordo com Nicolaos Theodorakis, CEO da Noah, construtora especializada em construções em madeira. O executivo dá alguns caminhos que transformarão ainda mais o setor.


Smart cities - Conhecidamente como smart cities, as cidades inteligentes certamente se consolidarão em 2023, ao passo que os avanços tecnológicos em prol do desenvolvimento sustentável estão cada vez mais no radar. Estes projetos reúnem, em suma, inovação e bem-estar, afinal, sustentabilidade e qualidade de vida são palavras de ordem para o novo perfil de morador. “Este conceito já está na roda dos investidores. Visto como uma peça indispensável para o futuro da construção civil, eles movimentam um mercado que prioriza a convivência humana. Além disso, as cidades inteligentes além de sustentáveis, acompanham em tempo real os padrões de comportamento do cidadão, as principais mudanças na cidade e as tecnologias construtivas, o que possibilita ações rápidas e contínuas para solucionar problemas que impactam diretamente os moradores e estimulam a eficiência no uso de recursos”, Theodorakis.


Building Information Model (BIM) - O BIM é uma metodologia que permite uma visão geral da obra, desde o planejamento até a finalização, gerenciando todo o processo de execução da melhor forma, minimizando erros e prevendo as datas de início e fim das atividades, fator determinante para o setor. “Resumindo, o BIM faz parte de uma construção mais digital, em que cada ação realizada é registrada e pode ser acessada virtualmente de qualquer lugar, a fim de garantir mais previsibilidade e insights relevantes que tornam a obra eficiente”.


Green buildings - Os edifícios verdes permanecerão como tendência na construção civil, principalmente por minimizarem os impactos ambientais e melhorarem a qualidade de vida dos usuários. Inclusive, de acordo com um estudo do Conselho Internacional da Construção (CIB), mais de um terço dos recursos naturais extraídos no Brasil são para a indústria da construção e 50% da energia gerada abastece a operação das edificações. Segundo Theodorakis, as construções verdes chegaram no mercado para ficar e os empreendedores devem se atentar cada vez mais para esse nicho.


Soluções tecnológicas - A evolução e utilização das tecnologias de dados, a exemplo da internet das coisas (IoT), análise de dados e inteligência artificial, estão cada vez mais presentes no setor da construção civil. Para Nicolaos, estes avanços tecnológicos além de tornarem a obra ainda mais eficiente, são úteis para o dia a dia dos próprios moradores ao automatizarem a residência.
Postagem Anterior Próxima Postagem

Anuncio Flutuante 2 pagina