((Web Rádio)) Marcação FM

Últimas Notícias

Crianças poderão ser vacinadas contra a gripe nos Creis de JP a partir de segunda

Após a decisão do Ministério da Saúde de disponibilizar a vacina contra a gripe a toda a população, a Secretaria de Saúde (SMS) vai ampliar os locais de vacinação para as crianças de seis meses até quatro anos e 11 meses. A partir desta segunda-feira (05), as crianças assistidas pelos Centros de Referência em Educação Infantil (Creis) da Capital podem ser vacinadas no próprio local, bastando apenas que os pais ou responsáveis autorizem. O objetivo da ação é elevar o número de crianças imunizadas dentro da campanha. A chefe de imunização da SMS, Chiara Dantas, explica que este é um dos públicos com índice mais baixo de procura dentre os grupos prioritários que devem receber a vacina. “É importante que os pais levem seus filhos para serem vacinados. A Secretaria de Saúde já distribuiu os papéis de autorização aos Creis para que, no próprio local, os pais possam autorizar a vacinação de seus filhos”, destacou Chiara. 

Cada Crei terá um dia agendado para a imunização. Para saber a data em que a vacina estará disponibilizada no Crei do seu filho, basta o pai ou responsável procurar a direção do Centro. As doses das vacinas também são aplicadas de segunda a sexta-feira nas Unidades de Saúde da Família (USF) para todos os grupos prioritários. 

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe teve início em 17 de abril e segue até o dia 9 de junho. A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para este ano (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). 

De acordo com o Ministério da Saúde, devem ser imunizadas crianças de seis meses até menores de cinco anos, pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), integrantes do sistema prisional, professores (portando o contracheque para comprovar a profissão) e pessoas com comorbidades (necessário apresentação da prescrição médica). A meta é imunizar 90% dessas pessoas e, assim, garantir proteção para a população.
Postar um comentário